Silêncio.
...............Passos.
............................Silêncio.
..........................................Passos.

Por que não paras de fugir de mim e simplismente não fala que me tens nas mãos?

Teu silêncio não basta. Ainda escuto os teus passos.

2 comentários:

  Isaac Linhares

27 de agosto de 2009 17:29

muiiitoo locooo meu! muito bom, Medeiros, sério! Curto e grosso... e ao mesmo tempo indireto... Muito bom mesmo! ^^

  Brennon

2 de setembro de 2009 22:51

Poxaaa ficou muito show de bola!!!