Reciprocidade?

- Alô.



Silêncio.


- Oi, tu estais aí?


Nada.


- Tudo bem, não fale nada. Só respire mais intensamente, para que eu possa sentir teu calor.

8 comentários:

  Isaac Linhares

29 de janeiro de 2010 19:13

Bem, como 1° a comentar esse post, digo: E se ela botasse um ventilador na frente do cel? Você saberia como diferenciar calor de frio?

Ficanapaz!

  Josué Staffen

2 de fevereiro de 2010 01:16

Nossa ... caraca muito bom. Parabéns

  macho

2 de fevereiro de 2010 01:24

bah tu tem muito talento escrevendo,parabens de verdade!

  Poesias

3 de fevereiro de 2010 19:39

Quanta intensidade ! Estou olhando o seus outros posts , muita singularidade .

Parabéns no seu blog.!

  Cris Crica

4 de fevereiro de 2010 00:24

Ah adorei...hum
Mandei pra alguém rs...via sms

  ³²¹ Bruxinha ¹²³

4 de fevereiro de 2010 18:38

\ö/

  nedna

21 de fevereiro de 2010 16:41

esse foi profundo!! adoreii...

  Zaqueu

26 de fevereiro de 2010 15:22

Uau!
Gosto demais!
Essa aceitação da condição, ao mesmo tempo em que se apega ao mínimo disponível. É tristemente belo.