Sem destinatário

Apesar das tuas indecisões.
Apesar da tua falta de tempo.
Apesar de tua inexatidão.
Apesar do teu riso irônico.
Apesar de tantas coisas...
Tenho o teu abraço forte.
Tenho o teu riso espontâneo.
Tenho as tuas histórias complexas.
Tenho os teus beijos profundos.
Tenho o teu corpo quente.
E acima de tudo, tenho o sentimento q só sinto por ti.

P.S.: Você sabe do que se trata.

29 comentários:

  .outsid3r

2 de fevereiro de 2010 00:50

Um dia ainda escrevo assim, poemo muito maneiro cara!
abraços!

  Stivie Sena

2 de fevereiro de 2010 00:56

cara..teu blog ta com um conteudo mto bom no tema proposto
só axo q vc deve investir + no visual agora
teu blog tem potencial

  Vinicius Oliveira

2 de fevereiro de 2010 00:58

parabens pelo blog e que indireta pra alguem hein haahaha, voce escreve muito bem, ficou otimo seu texto.

http://viniciusoliveiraa.blogspot.com/

  Josué Staffen

2 de fevereiro de 2010 01:18

Cara ... muito bom mesmo ... Parabéns. To te seguindo sem sombra de duvidas.

  mulherices

2 de fevereiro de 2010 03:21

Todas as estradas têm seus buracos, todas as rosas têm seus espinhos e todas as pessoas têm seus "apesares" ... Sempre será assim. :)

  Antonio Afonso

2 de fevereiro de 2010 12:02

meu Deus
excelente blog

seguindo ae


segue o meu também

  Jaqueline

2 de fevereiro de 2010 12:03

Lindo!Vc colocou sem destinatário, mas parece q foi pra alguém né....
parabéns ao seu blog...seus textos são pequenos e gostosos de se ler!

  Breno

2 de fevereiro de 2010 12:10

Parabens, apaixonado einh!!
Tomara que seja correspondida, é muito paia gostar d alguem que não dá a mínima!


http://bybrenoribeiro.wordpress.com/

  Medeiros Alencar

2 de fevereiro de 2010 12:21

kkkkkkkk... Oh Breno... isso tá muito longe de paixão.
Paixão é muita futilidade pra mim.
Abraço

  Breno Ribeiro

2 de fevereiro de 2010 12:25

kkkk. Uma hora vc vai saber do que eu to falando!!


SEGUINDO SEU BLOG VIU!

Segue meu twitter - https://twitter.com/bybrenoribeiro

  Laryssa Hallak

2 de fevereiro de 2010 14:22

ai que romantico, amei mesmo o post. *-*

  oddie

2 de fevereiro de 2010 18:21

acho que poemas não se comentam, poemas se sentem. não todos, só os bons. os seus são aquele tipo que vc sente, coisas boas ou ruins, concordando ou discordando, vc acaba sentindo...tudo aquilo que sentia naquela hora...acho que é isso...

  Victor Faria

2 de fevereiro de 2010 18:57

Belo poema! Parabéns pelo blog!
Passa lá no meu blog p/ dar uma força, comenta e se gostar do trabalho, clica nos anúncios.
http://www.papodeinformatica.blogspot.com

  RL games

2 de fevereiro de 2010 19:02

que legal seu blog!! adorei os poemas!! continue assim

  AnaCamila

2 de fevereiro de 2010 19:10

sem destinatário...mas quem não adoraria receber essa coisa mais lindaaa???
escreve mtíssimo bem...adorei o blog
beijos*

www.daqueelejeito.blogspot.com

  IBANEZ

2 de fevereiro de 2010 20:11

Desculpa aê véio..mais vo pega esse seu poema emprestado ó ! auhaua

segue no grau !


http://deposito66.blogspot.com/

  antonioalmeida

2 de fevereiro de 2010 21:39

Legal um blog de poesias ainda nao tinha visto...

  Allan Klaus

2 de fevereiro de 2010 21:47

bela poesia parabéns


http://mundoak.blogspot.com/
se gostar comenta e segue =D

  Peterson Nemesis

2 de fevereiro de 2010 22:01

aa meu, sem palavras
:x

você só precisa agora investir no visual do blog.. aí o blog vai bombar
pode ter certeza
:D

  Pierre

2 de fevereiro de 2010 22:09

legal o blog!bom conteudo!
estou te seguindo entao me segue tambem se nao quizer q eu pare de te seguir hehe!
Por Pierre do www.marionaweb.net

  Duchamp

2 de fevereiro de 2010 22:16

Olá!
Com certeza a pessoa que recebe esse poema tem sorte.
;]
Bela cadência e bem escrito.
Gostei ;]

  pablo

2 de fevereiro de 2010 22:31

parabéns pelo blog,vou seguir segue o meu lá também
http://futebolshoow.blogspot.com/

  Taísa

2 de fevereiro de 2010 22:31

Lindo o poema

Vou pegar emprestado,posso??? É claro com todos os direitos!!!

  Isaac Linhares

2 de fevereiro de 2010 23:18

"Vc colocou sem destinatário, mas parece q foi pra alguém né...." ¬¬'' Sem comentários!

  Branca

3 de fevereiro de 2010 01:06

Lindamente, sincero.
Queria eu inspirar um texto assim!
Gostei da tua sensibilidade neste post!

  Alex

3 de fevereiro de 2010 19:39

Esse texto foi feito pra ser sussurrado no ouvido.

  Isaac Linhares

3 de fevereiro de 2010 23:55

"Paixão é muita futilidade pra mim.
Abraço. Me liga, paixão!" huahuahuahua! Massa teu texto, kra... "um dia escrevo desse jeito". E ainda há gente que quer troca de favores com um texto tão massa desse: "parabéns pelo blog,vou seguir segue o meu lá também
http://futebolshoow.blogspot.com/" ¬¬ Sem comentários [2]

Ps: Me digam o que futebol tem a ver??? é que nem nos EUA, que só se precisa ter 18 e carteira de motorista que se pode ter armas. Comparação tmb, nada a ver!!! Sou um inseto mermo!
Enfim, texto phodíssimo!

  Ana Paula

20 de fevereiro de 2010 18:45

Apesar dos "apesares", sempre voltamos atrás e desculpamos e acabamos fazendo o que o nosso coração quer. É a lei da vida, do amor, do sentimento verdadeiro. A gente aprende que, por mais que tenha "apesares", sempre haverá alguma coisa na nossa vida que faça com que a gente pare e pense naquilo que consideramos verdadeiramente bonito, inexplicável e verdadeiro. "Apesar é a vírgula que aparece no nosso destino." (Ana Paula Morais)
Filosofei agora! kkkkkk



Muitoo boooom!!
=D

  Zaqueu

26 de fevereiro de 2010 15:19

Essa poesia tem tudo a ver com meu mais recente ex-relacionamento.
Ela dizendo pra mim...
Foi-se!!