Intimamente

Cansei de ter ataques de loucura ao contrário.
Acredite, lucidez não é o meu forte.
A minha vida não é meticulosamente ensaiada como um tango exibido na TV aberta num domingo a noite. Prefiro compará-la a um samba embriagado nas esquinas de uma madrugada.
Não quero paixões descompromissadas nem amores que me aprisionem.
Talvez o meu jeito torto de amar seja mais sensato que as tuas tardes preguiçosas comigo a te afagar.
Talvez o meu excesso de amor, ou melhor, a minha falta de desamor seja mais pura que tua "prudência disfarçada" e as tuas mentiras imagoáveis.
Talvez eu seja tolo.
Talvez você seja ridícula.
Não encontro sentido nisso tudo, talvez por que não haja sentido. Ou talvez eu não saiba explicar.
Acredite, explicações não são o meu forte.

7 comentários:

  Silent

11 de agosto de 2010 12:36

Este comentário foi removido pelo autor.
  Pontes

11 de agosto de 2010 12:47

Procurar sentido em algo que se sente é tão eficaz quanto cantar no vácuo.

Bonito texto.

  uma_tal_de_amanda

15 de agosto de 2010 21:14

texto lindo!

  Tomás

28 de agosto de 2010 13:34

Procurar sentido em algo que se sente é tão eficaz quanto cantar no vácuo.
falo tudo

belo blog


Procurar sentido em algo que se sente é tão eficaz quanto cantar no vácuo.

  André Lucas de Almeida

28 de agosto de 2010 13:41

Muito bom, não tem explicações algumas coisas, e ainda insistimos em procurar.

  Carol

4 de setembro de 2010 21:03

Parabéns pelo seu blog!!Amei!!continue escrevendo que está maravilhoso!!Bjs;)

  wellisson

21 de outubro de 2010 23:46

eu disse que um dia eu viria aqui, achei muito bom esse, a busca por algo inexplicável é realmente interessante. vou passar a visitar mais vezes... vlw