Desenfreada busca

Sabe, hoje acordei. Era dia, ou era noite. Não sei!
Os meus monstros imaginários vieram à tona. Fizeram-me chorar. Fizeram-me viajar nas malditas lembranças, nas lembranças do passado e nas possíveis lembranças do futuro.
É fácil ver o lado escuro da lua quando se está de olhos fechados.
E é isso que eu tento fazer, abrir meus olhos. Crescer.
Tento correr contra o lado escuro da lua, acompanhar o movimento de rotação do astro terrestre e achar a luz;
Brincar com monstros imaginários não é fácil, eles sempre esquecem que eu sou café-com-leite.
Por isso que, assim como o mínimo Príncipe, eu espero um cometa de cauda dourada. Mas eu quero que ele me leve para o Sol. Lá sim eu terei a irremediável luz para o resto da vida.

31 comentários:

  Anônimo

27 de janeiro de 2011 13:56

Fico imprecionada cada fez que leio seu blog. Você consegueexpressar e por que não dizer, dá vida aos sentimentos. Concordo com o que você disse ao meu ver somos individuos em constante busca! As vezes me pergunto se quando eu achar o que busco, minha vida terá sentido, terá valido a pena? Ou será que o sentido de tudo é a prorpia busca. Sabe sinto que minha busca é por algo maior... algo que nem cabe em mim mesma, sinto que essa busca tem que ter algo de eterno só assim tera valido a pena buscar!
Um araço. Priscila

  Karla Hack dos Santos

28 de janeiro de 2011 23:47

Crescer e impor um ritmo para a vida - de forma independente - é algo que assusta. Por tal, refreamos; Aguardamos o ideal instante.
QQue é inevitável, isto é fato...
Mas, manter um pouco da magia de criança faz td a diferença!

Bela forma de escrever!

;D

  AliinePiruna

28 de janeiro de 2011 23:52

È na vida é assim mesmo, sempre esquecem que somos café com leite!

http://tudo-que-maisquero.blogspot.com

  .

29 de janeiro de 2011 00:03

Oooo muito bom

Brincar com monstros imaginários não é fácil, eles sempre esquecem que eu sou café-com-leite.

bom mesmo :D

  Ramone

29 de janeiro de 2011 00:05

Pois é, você entendeu bem o que eu tentei dizer com o post! Que bom.
-

Adorei o seu texto! Você usa as palavras de uma forma sombria e lúdica.. Bacana!
-

Ps: Eu também tinha preconceito com o Nx Zero, risos.

  Macaco Pipi

29 de janeiro de 2011 00:12

essas esperas em nossas vidas não levam a nada!

  On Anoite

29 de janeiro de 2011 11:58

E complicado, mais o texo e legal

depois da uma passadinha la no meu blog.

www.onanoite.blogspot.com

  Leonardo

29 de janeiro de 2011 12:24

Sabe, as vezes temos um encanto por algo... e quando a conquistamos, aquilo que você sentia, se perde. A conquista as vezes pode trazer recompensas, mas nem sempre são o bastante pra sustentar sua admiração por ela.

  DanielVB

29 de janeiro de 2011 12:45

Pra que querer ir para o sol?
Lá tem muita luz que talvez seja demais para qualquer ser humano!
Deus deu a luz necessária para nós para o resto de nossas vidas!
\o/

  Talita xavier

29 de janeiro de 2011 12:46

Pow eu tava vendo teu blog e de verdade eu adorei meesmo
esse post ta divino
as vezes desejamos algo esperamos tanto por aquilo e quando consquista vc percebe q nao akilo q vc realmente tinha em mente

  Samara Santos

29 de janeiro de 2011 13:01

Abra o olhos meu querido. =)

  Láh/

29 de janeiro de 2011 13:03

No seu contexto que você diz é a luz do fim do túnel.
Sempre correremos em busca dela!
Parabéns!

http://delirioseparanoias.blogspot.com

  Gustavo

29 de janeiro de 2011 13:05

Blogs estão cheios de textos líricos, mas é difícil de se encontrar textos bons, iguais a este!

Parabéns...

Obs:Espero que o seu cometa de cauda dourada apareça algum dia!


http://wwwoqueeufalo.blogspot.com/

  @tulio_rox

29 de janeiro de 2011 13:39

Nossa, que perfeito. Adorei a reflexão. O melhor ainda é conseguir expressar o que sente :D
Seu blog é bem maneiro. O template me impressionou! Parabéns

Se puder retribuir:
http://entendaque.blogspot.com

  Anjo Noturno

29 de janeiro de 2011 13:39

Sentimentos conturbados mas que causa impressão de propósito oposto, o post virou um texto parecido com os de Clarice lispector... ;)
Passa lá tbm...
http://estigmaangel.blogspot.com/

  RehSantos

29 de janeiro de 2011 18:13

Bem legal essa sua maneira de pensar, e como cada um tem sua opinião,acho que ficou um pouquinho confuso..ao meu ponto de vista.. mas no final, acho que fechou com chave de outro, e como o sol,ate deu pra clarear a sua reflexão.. só resta saber se os monstros imaginarios são do bem ou não.. pense nisso..

Abraços

Se puder retribuir,
http://redesenhei.blogspot.com

  Will

29 de janeiro de 2011 18:31

Nossa fico bem poetico... mas a principio depressivo espero que encontre o cometa e chegue ao sol... mas relaxe só sabemos como é boa a luz do sol , porque conhecemos o frio e a solidão e os perigos da escuridão. abraço amigo pelo post

vem me visitar ?
http://meumundinhoinsanowill.blogspot.com/

te espero lá abraç.
 

  bia santos

29 de janeiro de 2011 18:36

Meus monstros jamais me abandonam e me atormentam todas as noites...

No Sol é sempre verão...

  Vitoria Portes

29 de janeiro de 2011 18:37

texto meio complicado. shuahsua MAS EU GOSTIE BASTANTE

  Ryan Mso

30 de janeiro de 2011 12:08

Gostei da dinâmica implicada por você no texto, de verdade, ao meu parecer é apenas uma expressão simples de seus pensamentos, ou seja, boas palavras colocadas em um bom local. Sempre gosto de textos que fazem-nos pensar, refletir, e acredito que essa pequena demosntração do seu pensamento não sirva apenas para o seu mundo, e sim para um grande Mundo.

Parabéns pelo trabalho meu rapaz!
=]

  Tomás

5 de fevereiro de 2011 12:51

muito bem escrito cara
a questao é que nos dias de hoje abrir os olhos e se dirigir pra direção da luz é cada vez mais dificil
mais naun impossivel
e eu tenhu certeza que seus olhos logo abrirao e seguirao a luz eterna
abraxs

  Nathacha

5 de fevereiro de 2011 13:28

Olhar para frente , esquecer o passado e aguardar por momentos maravilhosos que com certeza estão por vir!
http://www.medicinepractises.blogspot.com/

  Orthoblog

28 de fevereiro de 2011 09:38

Visite
http://seth-hades.blogspot.com/

  Pedro

3 de março de 2011 21:12

Amadurecer é uma coisa difícil e assustadora.
Mas a gente não pode escolher, né?

:D

  garf

3 de março de 2011 21:22

bacana seu blog

  Fernanda Almeida.

3 de março de 2011 21:23

Muito interessante, uma das maravilhas de escrever, é poder relacionar os fatos mais alucinados da imaginação, com sentimentos cotidianos.

  Gustavo Torres

4 de março de 2011 22:04

Muito bom seu blog vei, muito talento

continue assim

http://iliketeenworld.blogspot.com/

  Samara Santos

4 de março de 2011 22:24

Não querendo comprar ninguém, mas ao te ler, lembro-me do meu doce Caio. F Abreu, e acho que isso deve ser bom.
Eu não queria alcançar o sol, nem a lua, nem estrelas, pelo contrário, queria conseguir prender no chão ainda que arenoso.

  Rubi

4 de março de 2011 22:36

Sabe, li duas vezes ... e me pareceu muito semelhante a história do Pequeno Príncipe, não sei dizer ao certo porque ...

Talvez por encontrar na simplicidade algo que realmente importe.

Parabéns!

  dinho-music

6 de março de 2011 21:23

seu blog é muito legal, vc escreve muito bem, parabéns.

  dinho-music

6 de março de 2011 21:24

adooorei o texto vc escreve muito bem, parabéns